sexta-feira, 25 de março de 2011

Contra o fechamento do Curso de Obstetrícia da USP Leste

Pessoal, posto aqui o convite para a manifestação da qual farei parte amanhã contra o fechamento do curso de obstetrícia da USP, lançado pela Parto do Princípio do qual faço parte:

A Rede Parto do Princípio defende melhorias na assistência à gravidez e ao parto
Na manhã de sábado, 26 de março, com a participação da Rede Parto do Princípio, estudantes, mães, gestantes, casais grávidos, mulheres, homens e crianças ocuparão o vão central do MASP, na Avenida Paulista, para manifestar seu apoio ao curso de Obstetrícia da USP Leste, que está sob ameaça de fechamento pela administração da Universidade de São Paulo.
A Rede Parto do Princípio manifesta seu pleno apoio à manutenção do Curso de Obstetrícia da USP Leste. A Rede é composta de mulheres, consumidoras e usuárias do sistema de saúde, que oferece informações sobre gestação e parto baseadas em evidências científicas e recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Conta hoje com mais de 200 pessoas trabalhando voluntariamente, em 21 Estados do Brasil, na divulgação dos benefícios do parto ativo e dos riscos de cesarianas desnecessárias.
De acordo com a OMS, a Obstetriz com formação de nível superior representa boa estratégia para promover atenção adequada ao parto e nascimento. Essa profissional é capacitada para prestar assistência a gestações e partos de baixo risco e é bastante solicitada em muitos países desenvolvidos. No Brasil, seu papel é ainda mais relevante, diante das elevadas taxas de morbi-mortalidade materna e neonatal.
Fechar o curso de Obstetrícia é um retrocesso e constitui desrespeito a toda a sociedade, na medida em que representa a manutenção do atual sistema de assistência, que apresenta elevada cobertura hospitalar, porém, resultados perinatais insatisfatórios.
Nesse sentido, a Parto do Princípio, formada por mulheres usuárias do sistema de saúde no Brasil, diante do quadro alarmante de abuso de cesáreas e da assistência desumanizada ao parto, acredita que a Obstetriz é a profissional adequada para realizar a assistência à gestação, ao parto e ao nascimento de baixo risco. Assim, a formação de Obstetrizes é uma inovação, no caminho da melhoria das condições da assistência obstétrica e neonatal de nosso país.

Manifestação pela manutenção do curso de Obstetrícia da USP Leste
Local: Vão central do MASP, Avenida Paulista, São Paulo-SP
Data: 26 de março, sábado
Horário: 10h da manhã
Contatos: Ana Cristina Duarte (11) 9806-7090 / Deborah Delage (11) 9201-5245

Nenhum comentário:

Postar um comentário